ABOUT // SOBRE NOS


Foi em 2014, quando ainda morava em Nova York, que Priscilla Lemos começou a idealizar um novo sonho: construir uma marca de roupas femininas para vestir pessoas determinadas. Ao se mudar para o Brasil, em 2015, a diretora criativa foi concretizando esse desejo aos poucos e em 2016 lançou a LEMA - uma marca que aposta no estilo urbano, principalmente da fusão entre Nova York e São Paulo, está aberta a novas experiências e oferece peças às pessoas que sejam determinadas e buscam pelo propósito na vida. Em 2019, os caminhos de Priscilla e Aline Pranzano se cruzaram e Aline entrou na sociedade e hoje tem papel fundamental em toda parte de comunicação e relacionamentos.

Em uma parceria perfeita, ambas se dedicam integralmente à LEMA. O nome foi uma ideia de Priscilla, que queria algo curto e forte, além de ser uma palavra fácil para pronunciar tanto em português quanto em inglês. Assim, escolheu LEMA, que tem um significado especial e se resume a um ideal, motivação ou objetivo. "A palavra lema deixa aberta a cada um para escolher o seu significado e eu acho isso lindo", conta Priscilla. 

Responsável por toda direção criativa, Priscilla se inspira livremente pelas culturas brasileira e nova iorquina e traz seu próprio toque pessoal às peças e cria coleções para inspirar as pessoas que vão vestir. "A criação das peças da LEMA não tem fórmula específica. Cada peça segue um caminho diferente até o produto final. Quando crio, eu visualizo alguém que seja forte, determinada e ao mesmo tempo feminina; alguém que sabe o que quer e sabe o poder da roupa ao se vestir. Alguém que se vista com propósito, seja para fechar um negócio ou sair com os amigos", enfatiza. Além disso, a diretora traz sua vivência nos Estados Unidos para o processo criativo. "A cidade de Nova York está na minha essência e eu busco me inspirar em memórias e sentimentos vivenciados por lá, em uma grande imersão na nostalgia". 

As sócias acreditam em uma moda slow fashion e, por isso, a LEMA não trabalha com coleções fechadas por estação. Os lançamentos são mensais e contam com três a cinco peças - o que pode ser totalmente variável, por conta do processo dinâmico criativo. A produção é feita em pequena escala por uma mão de obra local e justa.